Papai Noel suspeito de mostrar vídeo pornográfico para meninas é solto após audiência de custódia

Caso ocorreu na noite da sexta-feira (21) em um shopping no Jardim América em São José dos Campos. Suspeito nega que tenha exibido vídeo com conteúdo sexual para as duas meninas.

O Papai Noel de um shopping de São José, suspeito de exibir vídeos pornográficos para duas meninas, foi solto pela Justiça após audiência de custódia no sábado (21). O suspeito nega o crime (veja mais abaixo).

O Tribunal de Justiça informou que foi concedida liberdade provisória ao homem e que ele terá que se apresentar mensalmente no fórum perante o juiz.

O homem de 67 anos foi preso na sexta-feira (20) suspeito de exibir vídeos pornográficos a duas meninas, de 12 e 11 anos, em um shopping no Jardim América.

Elas se distanciaram do suspeito e disseram que iam comprar cachorro-quente, momento em que ele teria tentado aliciá-la e oferecido dinheiro em troca do número de telefone delas.
A segurança do shopping deteve o Papai Noel e a Polícia Militar fez a prisão em flagrante.

Na delegacia, o Papai Noel negou ter mostrado vídeos com conteúdo sexual para as duas meninas. Segundo informações do boletim de ocorrência, ele disse aos policiais que foi surpreendido pelas crianças enquanto apagava vídeos pornográficos do celular e que desligou o aparelho rapidamente.

Ele disse ainda que se ofereceu para emprestar o dinheiro do lanche para as meninas e que pediu o telefone delas para combinar a devolução, mas elas não aceitaram.

O aparelho foi apreendido pela polícia e passará por perícia. O caso foi registrado como divulgação de cena de estupro e imagens de nudez, sexo ou pornografia. O idoso vai responder em liberdade.
Tentamos contato com a defesa do homem que atua como Papai Noel, mas a advogada não atendeu as ligações até a publicação da reportagem.

O Shopping Jardim Oriente informou que lamenta o ocorrido e que está prestando assistência aos familiares. O estabelecimento disse que o Papai Noel é um ator contratado por meio de uma empresa de eventos terceirizada, e que ele foi afastado da função.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *