Polícia investiga incêndio com coquetel molotov em carro de prefeita de Piquete

De acordo com a polícia, veículo estava estacionado na garagem da prefeitura, quando foi atingido pelo artefato. Fogo foi contido por um funcionário, mas a frente do veículo foi destruída.

A Polícia Civil investiga um incêndio provocado por um coquetel molotov no carro da prefeita de Piquete, Teca Gouvêa (PSB). De acordo com a polícia, o veículo estava estacionado na garagem da prefeitura, quando foi atingido pelo artefato. O fogo foi contido por um funcionário, mas a frente do veículo foi destruída. A prefeita considerou que a ação é um ato de perseguição. Ninguém foi preso.

O crime foi na última quarta-feira (23) por volta das 17h. O veículo estava no estacionamento do Paço, onde a gestora fazia uma reunião com integrantes de seu gabinete. Segundo ela, eles ouviram os gritos de um funcionário que chegava ao estacionamento e viu as chamas. O homem conseguiu conter o fogo e a polícia foi acionada.

De acordo com o laudo da perícia, embaixo do carro foi recolhido o material usado para o artefato – partes de uma garrafa, uma blusa e um isqueiro. O caso foi registrado como dano ao patrimônio e incêndio. A polícia apura a autoria do crime.

Para Teca, a ação foi um ato de perseguição pelo seu trabalho à frente da prefeitura. “Isso é um ato de perseguição e não é isolado.

Tenho outros boletins de ocorrência por ameaça e que estão sendo investigados. O que aconteceu é crime e os responsáveis devem responder à justiça. Eu não estou com medo”, comentou.

A gestora informou ainda que, após o ataque, contratou um segurança particular.

(G1 Vale do Paraíba e Região).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *