Alta em Jacareí faz RMVale bater recorde diário de casos de Covid-19

Região ultrapassa marca de 1.500 novos diagnósticos positivos da doença em apenas um dia, atingindo 40 mil casos totais; Jacareí alegou troca de sistema e confirmou 1.000 casos num só dia.

Com a inclusão de 997 casos confirmados de Covid-19 em Jacareí nesta segunda-feira (14), a RMVale bateu o recorde de diagnósticos positivos da doença registrados em apenas um dia, com mais de 1.500 casos.

Até então, o recorde de novos casos diários havia sido batido em 12 de agosto, com 992 diagnósticos, e em 28 de julho, com 900.

Com isso, a região superou a barreira de 40.350 casos confirmados nesta segunda, número superior à população de 26 cidades do Vale. O total de mortes chegou a 1.129.

A explicação da Prefeitura de Jacareí para a inclusão de quase 1.000 casos em apenas um dia é que passou a utilizar o sistema e-SUS do Ministério da Saúde para consolidar os números da pandemia.

O sistema quantifica casos notificados por drogarias, laboratórios privados e estabelecimentos médicos de diferentes municípios que chegavam à Vigilância Epidemiológica do município com “atrasos significativos”, segundo a prefeitura.

A Secretaria de Saúde de Jacareí admitiu que, usando a mesma fonte do Ministério da Saúde, haverá “diferença instantânea” nos números, mas que ficará “equalizada daqui em diante”.

TENDÊNCIA.

Mesmo com a entrada repentina dos dados represados em Jacareí, a região segue com menos casos confirmados em setembro do que em agosto.

O Vale acumula 6.582 diagnósticos positivos para a Covid-19 nos 14 dias de setembro, contra 7.714 no mesmo período de agosto, queda de 15%. Também nos últimos 14 dias de agosto a região teve mais casos do que setembro: 6.791.

A média de casos diários em setembro é de 470 contra 499 em agosto, redução de 6%. A média de mortes por dia é de 9 contra 13 em agosto e 11 em julho.

O registro dos próximos dias irá apontar se a região confirmará a tendência de desaceleração da doença ou se voltará a ter picos de casos e mortes como vinha ocorrendo em agosto.

Fonte: O Vale

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *