Corpo de Bombeiros retoma combate às chamas no pico mais alto de São Paulo

Incêndio começou no território mineiro na quinta-feira (16) e se alastrou para pico na área paulista.

O Corpo de Bombeiros retomou na manhã da segunda-feira (20) as ações de combate ao incêndio na Serra Fina, que faz parte da Serra da Mantiqueira. O incêndio começou no território mineiro na quinta-feira (16) e, no dia seguinte, atingiu a área paulista.
O local é considerado o quarto pico mais alto do Brasil e o mais alto do estado de São Paulo. O Pico da Pedra da Mina tem 2.798 metros de altitude. A montanha situa-se na divisa entre os estados de Minas Gerais e São Paulo.
Por volta das 8h da segunda-feira, o helicóptero Águia da Polícia Militar decolou com o comandante do Bombeiros para avaliação da área atingida e definição das ações. Os Bombeiros estimam que as chamas já tenham consumido uma área de mais de 460 hectares.

Segundo o Corpo de Bombeiros, no domingo (19), quando cerca de 120 brigadistas atuaram nas ações, houve avanço no combate às chamas e o incêndio se concentra em dois focos – um no território paulista e outro em Minas Gerais. O fogo está em uma área de paredão rochoso e o trabalho por terra é com abafadores.
Os trabalhos contam com auxílio de aeronaves das Forças Armadas, que auxiliam no transporte dos brigadistas e ajudam no controle do fogo, com lançamento aéreo de água.
A Defesa usa helicópteros da Marinha e do Exército, e um avião C-130 Hércules, da Força Aérea, equipado com o sistema de combate a incêndio. O apoio na ação foi solicitado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Ainda não há informações do que teria causado o incêndio.
Por causa da dificuldade no acesso, no fim de semana um grupo de bombeiros acampou na serra e foi para a floresta com mantimentos, barracas e proteção contra o frio, que pode chegar, segundo a corporação, a -7°C.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *