Cruzeiro disponibiliza galpão para descarte correto de resíduos e promete videomonitoramento de clandestinos

Com foco em ampliar a responsabilidade ambiental, Cruzeiro abriu um novo espaço para tratar os resíduos sólidos. O Galpão Municipal de Triagem e Destinação Final de Resíduos Sólidos de Logística Reversa recebe materiais como pilhas, eletrodomésticos e pneus. A Prefeitura garante ainda a instalação de PEV’s (Posto de Entrega Voluntária) para este ano.
O espaço de aproximadamente 600m², que atendia apenas os resíduos da Prefeitura passou por uma organização de logística reversa dos contratos de cooperação técnica sem onerar os cofres públicos para também atender a população. Além de eletrodomésticos, é possível descartar eletroeletrônicos, equipamentos de informática, óleo de cozinha e garrafa pet.
Segundo a secretária de Meio Ambiente, Olívia Costa, há três funcionários no local para orientar os moradores. Os interessados devem levar os resíduos e assinar um formulário para o controle e prestação de contas ao governo Federal sobre a gestão de resíduos do município. Todo o serviço é gratuito. “Pra gente isso é muito importante porque evita o descarte incorreto em outros locais. Com os pneus também, porque acumulam bastante água e há o risco da dengue. E damos a destinação correta para todas as coisas”, frisou.
Olívia destacou que o Executivo está buscando parcerias para também receber lâmpadas fluorescentes e embalagens de agrotóxicos. A expectativa é de que ainda este mês, o galpão passe a receber medicamentos para o descarte.
Os moradores podem buscar pelo atendimento do Galpão, na avenida Bertolino Cipriano Pinto, nº 467, no bairro Vila Expedicionários, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h.

FISCALIZAÇÃO
Os testes de videomonitoramento de aproximadamente quarenta pontos de vazamento de resíduos devem iniciar neste mês com uma câmera que grava no escuro e mediante a movimentos. Um investimento de cerca de R$ 500 para reforçar a fiscalização na cidade. Se os resultados forem positivos, a secretaria de Meio Ambiente ampliará o serviço com 11 câmeras que podem ser deslocadas.
Em paralelo, segue em andamento a segunda versão do Plano de Resíduos Municipal pela Agevap (Agência da Bacia do Rio Paraíba do Sul) e os próximos passos devem ser a implantação de 13 PEV’s e um Plano Municipal de Reciclagem de Resíduos da Construção Civil.
A responsável pela pasta acredita que 50% dos PEV’s e do Plano sejam concluídos ainda este ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *