Câmara Municipal de Queluz concede Títulos de Cidadão Queluzense

Com a presença de um público reduzido em função da Covid 19, o Presidente da Câmara Municipal, Silvio José Bueno fez a abertura solene do evento. Sílvio agradeceu a presença de convidados e de forma veemente, enalteceu  o  presença do prefeito de Queluz Laurindo Garcez, ex-prefeito de Queluz José Celso Bueno, dep. federal Marco Bertaiolli e ao Dr.  Joaquim Borges Rodrigues Junior.
Dirigindo-se à platéia, o presidente da Câmara afirmou que todos os homenageados contribuíram de alguma forma para o desenvolvimento de Queluz. O deputado Bertaiolli e o Dr. Joaquim são exemplos. Bertaiolli direcionou para nossa cidade várias  emendas parlamentares somando milhões de reais que tanto ajudou nossa cidade. Já o Dr. Joaquim Borges, tem deixado seu legado voltado para as Obras Sociais; ele encaminhou para o mercado de trabalho vários jovens queluzenses que hoje tem destaque nacional como brilhantes engenheiros. Não poderia  deixar de agradecer ao Dr. Augusto Alves, diretor da Rede Graal que tanto tem ajudado ao município na geração de empregos. Atualmente a Rede Graal é o maior empregador de Queluz. São mais de 400 vagas de trabalho geradas”, elencou Sílvio.
A mestra de Cerimônia, Maria Cristina Macedo Oliveira, de uma forma brilhante, convidou os homenageados para receberem suas láureas.
Dr. Joaquim Borges Rodrigues Jr. veio acompanhado de sua esposa,  Lilian  Soares Guelere, e com sua facilidade verbal fez um relato minucioso da sua  presença em Queluz. “Apesar de ter nascido no município de Lins, no noroeste de São  Paulo, adotei Queluz como minha terra natal. Me sinto emocionado, pois nada melhor que o reconhecimento. Eu já me considerava um cidadão queluzense. Hoje foi a concretização plena. Esta condecoração que muito me honra é o reconhecimento de minha participação pelos meus serviços prestados ao município. Sou um homem realizado. Eu cumpri o meu papel por ter exportado jovens queluzenses para o Reino Unido, Suécia e Alemanha; estes jovens são engenheiros de alto nível que saíram de Queluz para se qualificarem e retornarem às origens, para darem sua parcela de contribuição para o país.
Estou emocionado. Eu trouxe meu coração para Queluz em 1992, na época adquiri uma fazenda que foi o berço da família de minha mãe. Ainda muito jovem comecei a trabalhar como engenheiro mecânico na  Fábrica Nacional de Vagões. Trabalhei por mais 35 anos e hoje continuo dedicado às causas sociais em prol de Queluz e minhas fazendas”, disse. A propositura do título do Dr. Joaquim foi a vereadora Paula Elias da Silva.

 

 

OS HOMENAGEADOS:                                       
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *