Estados Unidos intensificam sanções contra o Irã

Segundo secretário do Tesouro, país cortará “bilhões de doláres” do regime iraniano; perguntando se iria obter aprovação do Congresso antes de lançar ofensivas, Trump disse que depende das circunstâncias.

O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, disse que o país intensificou sanções contra o Irã, em resposta a ataques com mísseis a instalações militares no Iraque.

Trump disse a repórteres na Casa Branca, nessa quinta-feira (9), que aprovou sanções adicionais com o Departamento do Tesouro americano. Ele acrescentou que as sanções, que já são rigorosas, foram incrementadas consideravelmente.

Em documento divulgado pela CNN, com a autorização das medidas, Trump argumenta que o Irã continua a ser “o principal patrocinador mundial do terrorismo” e que ameaçou militares e civis dos Estados Unidos.

O secretário do Tesouro, Steven Mnuchin disse que o país cortará “bilhões de dólares” do regime iraniano. As sanções devem incluir os setores manufatureiro, de mineração e têxtil do Irã, além de autoridades iranianas, que estariam estavam envolvidas no ataque no Iraque.

Perguntado se iria obter a aprovação do Congresso antes de lançar ofensivas militares contra o Irã, Trump disse que isso vai depender das circunstâncias. Ele alegou que às vezes é necessário tomar medidas rapidamente e, por isso, não acredita que faça isso. Alguns legisladores do próprio partido de Trump, o Republicano, vêm manifestando preocupações sobre a falta de provas, por parte do governo, para justificar o assassinato do comandante iraniano Qassem Soleimani.

Fonte: O Vale

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *