Vale tem um delito a cada seis minutos, aponta Estado

Considerando o período de janeiro a junho deste ano, o Vale do Paraíba registrou 44.322 delitos, média de um a cada seis minutos; no mesmo intervalo, foram 4.889 crimes violentos

O Vale do Paraíba registra um delito cometido a cada seis minutos, em média, segundo dados oficiais da SSP (Secretaria de Estado da Segurança Pública), considerando o período de janeiro a junho deste ano. Nesse intervalo, a região registrou 44.322 delitos.
Quanto aos crimes violentos, o Vale tem média de um cometido a cada 53 minutos. Entram nessa categoria os homicídios, latrocínios, sequestros, estupros e roubos.
Mesmo assim, o número total de crimes violentos de janeiro a junho deste ano (4.889) é o menor para o mesmo período da série histórica da SSP, que começa em 2005. Antes, a menor quantidade de crimes violentos havia sido registrada em 2007, com 5.641 em seis meses.
O total de 2019 é 15,49% inferior ao de 2018, de janeiro a junho, com 5.785 crimes violentos, média de um a cada 45 minutos – 32 crimes por dia, contra 27 neste ano.
Essa diminuição segue tendência de redução dos principais indicadores criminais da região neste ano.
Entre os meses de janeiro a julho, o Vale registrou 189 pessoas assassinadas, sendo 181 vítimas em homicídios dolosos e oito em latrocínios (roubo seguido de morte).
Foi a menor quantidade de mortes violentas registrada desde o ano de 2008, quando houve 153 mortes em homicídios e 17, em latrocínios.

TAXA
Ainda assim, a região tem a taxa de homicídio mais alta de São Paulo desde 2010.
Atualmente, a região tem taxa de 12,68 mortes por cada grupo de 100 mil habitantes — a média no estado é de 6,61 por 100 mil.
Para Nazareth Vasconcelos, do Conseg (Conselho Comunitário de Segurança) das regiões sul e leste de São José dos Campos, a queda nos indicadores deve ser comemorada, mas com cautela.
“É preciso cair ainda mais e temos certeza de que as polícias estão trabalhando para que isso ocorra. Isso aumenta a sensação de segurança da população”.

VIOLÊNCIA
Quanto aos crimes violentos, o Vale registrou em 2016 o semestre com maior quantidade de ocorrências da série histórica da SSP.
Foram registrados 7.581 crimes em seis meses, média de um a cada 34 minutos.
Antes de 2016, o ano de 2014 liderava no total de crimes violentos de janeiro a junho, com 7.256 ocorrências, uma a cada 36 minutos.
Quanto aos delitos, o ano com o maior número de registros no Vale foi o de 2005, com 57.654, média de um a cada quatro minutos.

‘POLÍCIA TEM TRABALHADO DE FORMA CIENTÍFICA’, AFIRMA COMANDANTE DA PM
O comandante da Polícia Militar na região, coronel José Eduardo Stanelis, salientou que a redução dos indicadores é “fruto de um trabalho que contempla uma política de segurança pública efetiva”. E completa: “Estamos monitorando os indicadores criminais e a polícia tem trabalhado de forma científica para alocar o policiamento onde é mais necessário. É resultado do trabalho das polícias e da sociedade”. Segundo Stanelis, a PM está intensificando o policiamento nas regiões que mais precisam. “Essa redução tem sido resultado de intensa campanha de retirar procurados pela justiça de circulação e de combate ao tráfico”.
(OVale)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *