Justiça determina interdição de passarela por risco de desabar na Dutra em Aparecida

Danos estruturais foram identificados em vistoria em 2016, mas empresa e prefeitura não teriam adotado medidas, o que piorou os riscos no local.

A Justiça determinou a interdição de uma passarela de pedestres por risco de desabamento na Dutra em Aparecida (SP). Os problemas na estrutura da passarela foram constatados em 2016, mas até agora nenhuma providência foi tomada. A prefeitura informou que a passarela foi interditada na sexta-feira (19).

A decisão liminar foi tomada depois que a concessionária que administra a rodovia entrou na Justiça contra a prefeitura por causa dos problemas estruturais na passarela construída pela administração.

Apesar disso, a Justiça determinou que a concessionária e a prefeitura tomem as medidas para recuperação da estrutura. Ainda cabe recurso da decisão.

A liminar que determina a interdição da passarela Dom Geraldo M. Morais Penido, na altura do km 69 da rodovia, é da última quarta-feira (17). A passarela liga a região central de Aparecida ao bairro Perpétuo Socorro.

Segundo os laudos apresentados pela concessionária, a estrutura metálica apresenta corrosões e a fundação de concreto está exposta. Os problemas, de acordo com a empresa, trazem risco iminente à segurança dos usuários que utilizam a passarela e passam pelo trecho na rodovia.

Na decisão, o juiz determinou, além da interdição, os reparos na estrutura em três meses com previsão de multa de R$ 20 mil em caso de descumprimento.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *