Jean Willys diz ser ameaçado e desiste de assumir novo cargo como deputado

MEDO. Em seu terceiro mandato como deputado federal, de forma consecutiva, Jean Wyllys (PSOL) revelou, em uma entrevista ao jornal Folha de S.Paulo”, publicada no site do jornal nesta quinta-feira, que, devido a ameaças que vem sofrendo, desistiu do mandato e está deixando o país para se dedicar à vida acadêmica.

Após a publicação da entrevista, o deputado eleito confirmou as informações por meio de suas redes sociais. “Preservar a vida ameaçada é também uma estratégia da luta por dias melhores. Fizemos muito pelo bem comum. E faremos muito mais quando chegar o novo tempo, não importa que façamos por outros meios! Obrigado a todas e todos vocês, de todo coração”, escreveu ele no Twitter.

O vereador David Miranda, de 33 anos, é suplente de Jean Wyllys E foi pego de surpresa com a saída do colega. Ele não imaginava que precisaria ocupar tão logo o cargo. Ele admite que também se sente ameaçado. “É claro que estou com medo. Mataram Marielle, tentaram matar o [deputado Marcelo] Freixo, Jean estava na mira e até a vereadora Talíria Petroni (PSOL-RJ) recebeu ameaças por telefone. Mas vou para Brasília com as pernas tremendo mesmo, não importa”, afirmou ao site da Universa, do grupo UOL. O deputado suplente tem dois filhos, adotados em Maceió, um de nove e outro de 11 anos.

Fonte: OVALE
Foto: Lula Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *