Polícia investiga desaparecimento de irmãos em Caçapava-SP

Representantes comerciais, Edvanildo e Ronei Souza são de Divinópolis (MG) e não foram vistos desde a última sexta-feira (21) depois de visitar clientes na cidade.

 

A Polícia Civil investiga o desaparecimento de dois irmãos em Caçapava (SP). Eles são de Divinópolis (MG) e não foram mais vistos desde a última sexta-feira (21), depois de visitar clientes na cidade. A suspeita é que eles tenham sido vítimas de uma armadilha.

De acordo com os familiares, Edvanildo de Souza, de 40 anos, e Ronei de Souza, de 43, são representantes comerciais e foram para o Vale do Paraíba para entregar mercadorias e receber pagamentos.

 

Ronildo Souza, irmão deles, que trabalha no mesmo ramo, percebeu que tinha algum problema, quando eles não retornaram para casa no sábado (22). “Enquanto não resolver isso não vou embora daqui. Vou encontrar eles. Se Deus quiser, vou encontrar meus irmãos vivos e com saúde”, disse.

 

Desde então, o irmão e um outro parente percorreram mais de 500 quilômetros e visitaram os lugares por onde os irmãos passaram na região. Eles conseguiram imagens de câmeras de estabelecimentos comerciais que mostram onde eles estiveram. As informações foram repassadas para a polícia.

 

INVESTIGAÇÃO

A Polícia Civil acredita que os irmãos podem ter sido vítimas de uma armadilha e já tem dois suspeitos de ligação com o desaparecimento deles.

 

O delegado que investiga o caso, Régis Germano, disse que o mais provável é que eles tenham sido roubados, já que viajavam com mercadoria e dinheiro.

 

“A gente já sabe onde as vítimas foram abordadas, mas temos que saber agora o motivo do crime. Tudo leva a crer que pode ser uma extorsão mediante sequestro, mas por enquanto não houve pedido de resgate. Ou pode ter ocorrido um latrocínio [roubo seguido de morte], mas as investigações estão em andamento”, disse.

 

Informações e denúncias anônimas sobre o caso podem ser feitas à Polícia Civil por ligação ou mensagem para o telefone (12) 99655-0541.

 

(G1 – Vale do Paraíba).

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *